Três mulheres são torturadas e decapitadas em Fortaleza - Notícias de Barras e toda a região norte do Piauí

Top Ad unit 728 × 90

Agora

recent

Três mulheres são torturadas e decapitadas em Fortaleza

Três mulheres foram torturadas, mortas e decapitadas no último sábado 03/03 no município de Caucaia, Região Metropolitana de Fortaleza. Os criminosos filmaram a tortura e o assassinato, e postaram o vídeo em redes sociais. O crime aconteceu em uma área de mangue próximo ao Bairro Parque Leblon.


Na terça 06/03, três homens foram presos e um adolescente foi apreendido. Eles confessaram participação no caso. De acordo com o delegado responsável pelo 7º Distrito Policial, Marciliano de Oliveira Ribeiro, os corpos das três jovens ainda não foram encontrados.

Segundo o G1, as buscas devem continuar nesta quarta 07/03, a partir das 9h, com a participação do Corpo de Bombeiros e da Polícia Militar. "Só paramos por conta da limitação do horário. Temos uma área delimitada, mas é mangue, com muito lamaçal, o que dificulta as buscas à noite. Fica no estuário do Rio Ceará", comentou.

Ainda segundo o delegado, apesar de os corpos ainda estarem desaparecidos, um vídeo gravado no momento do assassinato serve como prova do envolvimento dos suspeitos.

Os suspeitos abordaram as vítimas no Bairro Barra do Ceará, em Fortaleza, e levaram as jovens ao local do crime. As gravações feitas pelos próprios suspeitos mostram as mulheres sendo torturadas antes de serem mortas.

Segundo Ribeiro, as vítimas podem estar associadas a uma facção criminosa rival a dos suspeitos de terem praticado o assassinato, o que teria motivado o crime.
Três mulheres são torturadas e decapitadas em Fortaleza Reviewed by J Silva on 09:52 Rating: 5

Nenhum comentário:

Obrigado por efetua seu comentário, ele será lido e se aprovado será publicado em imediato.

Todos os direitos reservado por Notícias de Barras e toda a região norte do Piauí © 2013 - 2018
Powered By Deigners, Designed by Sweetheme

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.