Top Ad unit 728 × 90

recent

Geraldo Luiz se despede de Marcelo Rezende em comovente homenagem: "A morte nunca matará o amor, nunca"


Fim...Amei ser seu amigo, amei tornar seu irmão. Amei aprender com você, amei caminhar com você em noites de esperança e fé. Amei nossos momentos de dor e amor, amei ser chão quando nem eu tinha. Amei ouvir você no silêncio daquele quarto. Amei sentir o que sentiu...esperança que tudo daria certo. Algo nos moveu juntos, e escolhi aceitar suas escolhas por ser um sábio da vida. Amei ter você como Pai...irmão, colega de trabalho e professor. Você sempre estará em mim, VIVO ! A morte nunca matará o amor, nunca. A vida me deu você, mas agora levou, para uma vida melhor e sem dor. Ninguém suportaria o que você suportou e em silêncio aliado a sua fé inabalável que me fez sentir um nada perto de tudo que você sentia. A Deus meu infinito obrigado por ter miseravelmente servido você, mesmo quando nada mais podia dar. Apenas...Eu estou aqui...como você mesmo disse : Nós vamos juntos até o final. Fomos...até um dia meu irmão. Pensa num cara feliz em ter tido você ! EU. Um dia o mundo saberá desses meses que você lutou, brigou e escolheu. Um guerreiro que mesmo sem armas, lutou ! Do teu irmão que te ama. Geraldo o Seu Shrek.
Geraldo Luiz se despede de Marcelo Rezende em comovente homenagem: "A morte nunca matará o amor, nunca" Reviewed by J Silva on 08:00 Rating: 5

Nenhum comentário:

Obrigado por efetua seu comentário, ele será lido e se aprovado será publicado em imediato.

Tecnologia do Blogger.