Top Ad unit 728 × 90

recent

JULGAMENTO: Defesa diz que não há provas que Virgílio Bacelar mandou matar Abraão Gomes

O delegado Francisco Carlos do Bonfim Filho, que comandou as investigações policiais responsáveis pelo indiciamento do advogado Virgílio Bacelar, como mandante do assassinato do deputado Abraão Gomes, disse, nesta manhã de segunda-feira (24/04), em entrevista exclusiva ao Portal AZ, que chegaram até o nome do suposto mandante, através de um funcionário da Prefeitura de Porto (terra da família Bacelar e do deputado Abraão Gomes). 

“Primeiro identificamos os executores Alcides Nery do Prado e Cardosinho (policial civil). Depois, descobrimos que um tesoureiro da Prefeitura de Porto havia feito uma guia de depósito bancário na conta de Alcides. Chamamos ele na delegacia e ele confessou que fez o deposito a mando de Virgilio Bacelar”, disse o delegado, acrescentando que nos autos, à época, foram acostados comprovantes do deposito bancário, como também o depoimento do homem que fez o depósito.
A conclusão policial deu-se como crime político, visto que, além das provas reunidas pelo delegado Bonfim Filho, a morte de Abraão Gomes teria beneficiado a família Bacelar, que disputava o controle do executivo municipal com o deputado.

Defesa diz que não há provas que Virgílio Bacelar mandou matar Abraão Gomes

(Atualizada às 11h33)
A família do deputado Abrãao Gomes acompanha de perto o julgamento e diz acreditar na Justiça. “Acreditamos na Justiça. Nós não acreditamos em fazer Justiça com as próprias mãos. Nós acreditamos que esse réu foi o mandante do crime, e que hoje ele será condenado, os jurados verão o está nos autos. Ele será condenado”, afirma Carlos Gomes, filho da vítima.
Carlos Gomes, filho de Abraão Gomes
Carlos Gomes, filho de Abraão Gomes
Já a defesa do acusado, representado pelo advogado Gilberto Ferreira afirma que não há provas contra Virgílio Bacelar de Carvalho.
“A inocência do acusado é certa, não há nos autos nenhuma prova da participação dele no delito. O suposto que ajudou a executar a vítima, Alcides Neri do Prado em juízo por duas vezes negou a participação de Virgílio, e que não há provas. O próprio executor do crime nunca foi localizado, o fusca utilizado no crime também nunca foi encontrado”, ressalta Gilberto Ferreira.
Advogado Gilberto Ferreira
Advogado Gilberto Ferreira
O Ministério Público diz que contra Virgílio Bacelar há provas concentras dele ser o mandante do crime.
“As provas são robustas contra o réu, provas que ele foi o mandante, que ele contratou dois pistoleiros Alcides e Joaquim pra ceifarem a vida da vítima. A acusação é de homicídio duplamente qualificado, tendo em vista que com a morte do deputado Abraão Gomes, ele teve lucros na disputa política lá em Porto”, diz o promotor João Malato.
Promotor João Malato
Promotor João Malato
Ainda no início do julgamento, a defesa de Virgílio Bacelar solicitou o adiamento do julgamento, que foi indeferido pelo juiz Antônio Noleto. Nos argumentos da defesa, a ausência de testemunhas seria a causa da solicitação.
Virgílio Bacelar também trabalha em sua própria defesa
Virgílio Bacelar também trabalha em sua própria defesa
“A defesa vem fazendo isso há dezessete anos, sempre recorre de tudo, pede adiamento, só que como o processo está na iminência de prescrever, creio que agora eles não serão bem sucedidos”, finaliza o promotor.
Família da vítima acompanha o julgamento
Família da vítima acompanha o julgamento
A acusação diz que convencer o júri da culpabilidade de Virgílio Bacelar será tarefa fácil. “O objetivo da assistência de acusação é auxiliar o Ministério Público de convencer os jurados da culpabilidade do réu. Esse júri não é difícil, pois já há um réu condenado.  A família espera que haja condenação, e que as provas nos autos sejam suficientes para tal. Isso é o que se espera”, fala Alcimar Pinheiro, advogado de acusação.
Advogado Alcimar Pinheiro
Advogado Alcimar Pinheiro

Começa o julgamento de advogado acusado de mandar matar deputado Abraão Gomes

(Atualizada às 09h48)
Começou por volta das 9horas o julgamento do advogado Virgílio Bacelar, acusado de ser o mandante do assassinato do deputado Abrãao Gomes. O juri é presidido pelo juiz Antônio Noleto, que já realizou a sorteio dos jurados. 
Logo no início, houve uma pequena discussão entre o promotor João Malato e o advogado de Bacelar. Malato se alterou quando a defesa se referiu a ele como débil mental. 
O juiz interferiu e deu continuidade ao julgamento.
Acusado de mandar matar deputado será julgado nesta segunda-feira em Teresina
Por decisão do desembargador Sebastião Ribeiro Martins, a 1ª Vara do Tribunal do Júri de Teresina, levará ao banco dos réus nesta segunda-feira (24/04), o advogado e ex-delegado Virgílio Bacelar de Carvalho, sob acusação de autoria intelectual do assassinato do deputado Abraão Gomes, morto na porta de casa, no bairro Planalto Ininga, na zona leste de Teresina, no dia 29 de agosto de 1989.
No dia 30 de março, a sessão do Júri, que julgaria Virgílio Bacelar, foi anulada através de liminar. Em seguida, o desembargador Sebastião Ribeiro Martins, do Tribunal de Justiça do Piauí, observou o prazo de prescrição do crime, que se aproxima, e julgou o mérito, decidindo por levar Virgílio ao banco dos réus.
O Ministério Público do Estado denunciou o advogado como mandante do assassinato. O crime teria motivação política, visto que Abraão Gomes travava disputa eleitoral contra a família do suposto mandante no município de Porto (a 183 quilômetros de Teresina), na região norte do Piauí.
Os pistoleiros que assassinaram o deputado (Cardoso e Alcides Neri do Prado) foram condenados pelo crime. Alcides foi preso e teve morte natural há cerca de 2 anos. Cardoso, desapareceu e foi assassinado no Pará.
Cardoso era policial e teria dado fuga a Alcides, responsável pelos disparados que tiraram a vida de Abraão Gomes. Na época, Abraão saiu de uma sessão na Assembleia Legislativa e foi seguido até a porta de casa, onde foi alvejado.
Fonte: portal az
JULGAMENTO: Defesa diz que não há provas que Virgílio Bacelar mandou matar Abraão Gomes Reviewed by J Silva on 12:21 Rating: 5

Nenhum comentário:

Obrigado por efetua seu comentário, ele será lido e se aprovado será publicado em imediato.

Tecnologia do Blogger.