Top Ad unit 728 × 90

recent

Justiça rejeita queixa de João Alves contra ex-bispo de Campo Maior

A 1ª Vara da Comarca de Campo Maior rejeitou a queixa-crime apresentadas por João Alves Filho contra o ex-bispo de Campo Maior Dom Eduardo Zielski. A justiça disse que falta justa causa para que o processo fosse instaurado e cancelou a representação criminal contra o religioso. 

“A ação penal carece de condição essencial para sua válida instauração, consistente na possibilidade jurídica do pedido, que se traduz na previsão abstrata da conduta como crime e da respectiva sanção penal”, explicou a sentença proferida na última quinta-feira (02). João Alves havia revelado que entrara com uma ação acusando Zielski  por calúnia e difamação.   


João Alves x Dom Eduardo Zielski
Em 2014, o ex-vice-prefeito de Campo Maior João Alves encabeçou uma campanha que pedia a saída do Bispo da Diocese de Campo Maior. Uma carta dirigida a embaixada da Igreja Católica no Brasil acusava Eduardo Zielski de causar desordem social e financeira, abuso de autoridade, discriminação e difícil relacionamento com os fiéis. 

O Bispo se defendeu afirmando que ‘ódio expresso por João Alves era motivado por sua posição contrária a ao grupo “Demolay”. Dom Eduardo rebateu, à época, as acusações de venda ilegal de terrenos pertencentes à Igreja. 

Em março de 2017, após 16 anos à frete da Dioceses, o Bispo foi transferido para a cidade de São Raimundo Nonato. 
Justiça rejeita queixa de João Alves contra ex-bispo de Campo Maior Reviewed by J Silva on 18:23 Rating: 5

Nenhum comentário:

Obrigado por efetua seu comentário, ele será lido e se aprovado será publicado em imediato.

Tecnologia do Blogger.