Top Ad unit 728 × 90

recent

Após vídeo vazar, polícia identifica acusados de matar travesti



travesti Dandara dos Santos, foi assassinada no dia 15 de fevereiro no fim da linha do Bom Jardim, em Fortaleza, Ceará. O crime bárbaro foi feito por meio de socos, chutes, chineladas, pauladas e pedradas. Um vídeo caiu na internet na sexta-feira (3) e comoveu as redes sociais pela violência em que Dandara é submetida. São pelo menos cinco agressores.
Enquanto um filma, os outros agridem e pedem para ela subir em uma carriola. Ela é chamada de “viado sem peito”, “imundiça” de calcinha e tudo” e é constantemente agredida.
Ao ser colocada em cima de uma carrinho de mão, elas continuam com a violência. Dandara apresentava sinais de agressão na cabeça e por todo o corpo. A pessoa que filma diz em tom de deboche: “Eles vão matar o viado”.
O inspetor Damasceno do 32º DP, afirmou que os seis acusados já foram identificados e que o vídeo - que correu em grupos de travestis e transexuais - ajudou na identificação.
"Esse vídeo também está circulando entre os policiais. São dois maiores de idade e quatro menores. Fomos no dia seguinte na casa deles, mas eles fugiram. O inquérito já está sendo bem apurado e estamos indo atrás", declarou ele. Até agora ninguém foi preso. De acordo com a Rede Trans, Dandara foi a quinta a travesti a ser assassinada no último mês.
Nas redes sociais, várias manifestações de solidariedade surgiram em comoção a morte de Dandara que foi covardemente violentada até a morte por cinco infratores, pelo simples fato de não aceitarem a sua condição sexual.
Image title
Image title

Image title
Image title
Após vídeo vazar, polícia identifica acusados de matar travesti Reviewed by J Silva on 18:45 Rating: 5

Nenhum comentário:

Obrigado por efetua seu comentário, ele será lido e se aprovado será publicado em imediato.

Tecnologia do Blogger.