Top Ad unit 728 × 90

recent

CRM flagra falta de médicos em hospitais

Reunidos com a diretoria e conselheiros do CRM, médicos de Parnaíba expuseram a situação complicada de atendimento no município. Durante ouvidoria realizada pelo CRM na cidade constatou-se a deficiência no quadro de médicos plantonistas e carência de especialistas em algumas áreas.

Uma das reclamações foi quanto à falta de psiquiatras que atendem na rede básica de saúde (CAPs). Quase sempre somente há um médico da especialidade, o que vem sobrecarregando o município e o próprio profissional, conforme relatou o psiquiata Dr. Klecius Mota.  Médicos que atuam no Samu de Parnaíba também relataram que pacientes psiquiátricos acabam solicitando atendimento do Samu, por falta de um ambulatório especializado em Psiquiatria. Outra crítica quanto ao sistema de saúde foi quanto à sobrecarga de atendimentos que o Pronto Socorro Municipal vem sofrendo de pacientes que deveriam ser atendidos na rede básica de saúde, pelo Programa de Saúde da Família. São casos que cabem à rede básica de saúde, mas os pacientes acabam superlotando o pronto socorro e prejudicando os médicos que deveriam atender apenas os pacientes de urgência e emergência.
Médicos que atuam no Samu de Parnaíba também relataram que pacientes psiquiátricos acabam solicitando atendimento do Samu, por falta de um ambulatório especializado em Psiquiatria. Outra crítica quanto ao sistema de saúde foi quanto à sobrecarga de atendimentos que o Pronto Socorro Municipal vem sofrendo de pacientes que deveriam ser atendidos na rede básica de saúde, pelo Programa de Saúde da Família. São casos que cabem à rede básica de saúde, mas os pacientes acabam superlotando o pronto socorro e prejudicando os médicos que deveriam atender apenas os pacientes de urgência e emergência.
Os médicos presentes relataram falta de estrutura no setor de Neurocirurgia no Hospital Regional Dirceu Arcoverde, o HEDA, além de reclamações sobre o número reduzido de leitos de UTI, sendo apenas 10 leitos e mais dois de estabilização. Ainda sobre o HEDA, a reclamação foi quanto à falta de médicos pediatras na cidade para atender à grande demanda, uma vez que Parnaíba conta com apenas seis profissionais especializados em pediatria, além do número de clínicos plantonistas, especialmente no período da noite/madrugada. No dia seguinte (27), os conselheiros realizaram uma vistoria no HEDA, acompanhados de médicos e também pela diretora clínica, médica Nazaré Fonteles. Embora, o hospital tenha melhorado consideravelmente a sua estrutura que era precária até o ano passado, com um novo setor de Obstetrícia e outro de Pediatria, uma falha apontada é quanto à má divisão do espaço físico entre a Clínica Médica e o setor de Urgência. “O médico plantonista precisa se deslocar por vários minutos entre um setor e outro, tempo demais que pode ser crucial para salvar a vida de um paciente, que pode estar, por exemplo, em parada cardiorrespiratória. Faremos essa notificação para a Secretaria Estadual de Saúde”, afirmou.
Outra reclamação dos médicos é quanto à falta do Serviço de Verificação de Óbito – SVO, o que coloca os médicos em situação de pressão dos familiares, que precisam da declaração e o médico não perito não deve fornecê-la, sem um exame detalhado que confirme a real causa da morte. Na Secretaria Municipal de Saúde, os conselheiros tiveram uma audiência com o Secretário Valdir Aragão Oliveira, para o qual a presidente Mírian Palha Dias Parente tornou a solicitar que o mesmo providencie a implantação do SVO no município e busque contratar mais médicos psiquiatras no CAPs. O secretário, que também é médico, afirmou que poderão ser contratados temporariamente médicos psiquiatras, bem como se comprometeu a providenciar o registro de Unidades Básicas de Saúde e do Samu junto ao CRM-PI.
A Diretoria e demais conselheiros dos CRM-PI participaram de reunião organizada pelo conselheiro de Parnaíba, Dr. Osvaldo Santos. Estiveram presentes a presidente do CRM-PI, Drª Mírian Palha Dias Parente e os conselheiros João Moura Fé e Artur Pereira e Silva, além de funcionários do setor de fiscalização e Assessoria Jurídica.

CRM flagra falta de médicos em hospitais Reviewed by J Silva on 07:22 Rating: 5

Nenhum comentário:

Obrigado por efetua seu comentário, ele será lido e se aprovado será publicado em imediato.

Tecnologia do Blogger.