Top Ad unit 728 × 90

recent

PM transmite a própria morte, ao vivo, pelas redes sociais


RIO — A tragédia pessoal de um policial militar — que filmou e transmitiu sua própria morte na noite de sábado — viralizou nas redes sociais, provocando comoção entre amigos, internautas e PMs que vivem uma das mais graves crises da corporação, com atrasos de salários e aumento da violência contra a própria corporação. Antes de atirar contra si mesmo, o soldado Douglas Vieira, de 28 anos, lotado no 24° BPM (Queimados), que passava por um processo de divórcio, disse: 

"E aí, tranquilidade? Tamu junto. Quero ver quem tem disposição pra ver bagulho ao vivo. Quem não tem estômago, mete o pé. O bagulho vai ficar doido agora". Em seguida, apontou a arma na cabeça e atirou. Nas imagens não é possível ver o PM morto, já que o celular cai da mão dele e a imagem some.



Durante a transmissão, enquanto o policial falava, muitas pessoas pediam para que ele não cometesse o suicídio. "Pelo amor de Deus, Douglas", "para com isso!", "Por que você fez isso?" e "Douglas, para de bobeira" são algumas das mensagens que amigos do PM enviaram. A transmissão estava disponível apenas para os amigos do soldado.

Rayane Cristina dos Santos, de 25 anos, ainda é casada com Douglas no papel, mas moravam separados há um ano. Eles têm uma filha, Luísa, de 1 ano e 3 meses. Segundo a jovem, Douglas tinha histórico de depressão e já foi internado quatro vezes na psiquiatria do Hospital Central da Polícia Militar. Da última vez, ficou uma semana internado após tentar se matar ingerindo bebidas e medicamentos.

— Ele tinha histórico de depressão, mas a gota d'água foi o atraso nos salários. Era muito certinho com as contas. Nos últimos meses, muitas vezes me ligava desesperado. Dizia que estava endividado e não sabia como iria pagar o aluguel — contou.

Ainda segundo Rayane, Douglas ligou para avisar o que faria.



Segundo uma amiga de Douglas, que assistiu ao suicídio e preferiu não se identificar, cerca de dez minutos antes de se matar, ele fez uma primeira transmissão ao vivo, em que dava a entender que poderia de fato se matar. Segundo ela, quem viu o vídeo acreditou que o PM estava fazendo uma "brincadeira de mau gosto".

— No primeiro vídeo eu fiquei até zoando ele, mandando ir dormir, mandar alô. Essa transmissão foi uns 10 minutos antes da última. Ele dizia que tinha muitas pessoas que o conheciam somente por rede sociais e que pouco o conheciam verdadeiramente. E disse que queria deixar um recado: que se tivemos algum amigo que vacilou, outro iria dar moral para gente. Ele, então, falou o nome de dois amigos e disse que um dia eles iriam se reencontrar. Ele colocou a arma na cabeça, mandou beijo e encerrou a transmissão. Depois ele fez a outra. Até um pouco depois do disparo, eu achei que ele estava fazendo uma brincadeira de mau gosto. Depois, ligamos várias vezes e nada. Foi quando me dei conta de que era real — disse.

Às 22h34m, pouco antes da transmisão, Douglas postou um vídeo da música "Kungs vs cookin’ on 3 Burners", do grupo The Girls, dizendo que quando tocasse, era para se lembrar sempre dele, pois gostava muito.

PM transmite a própria morte, ao vivo, pelas redes sociais Reviewed by J Silva on 14:23 Rating: 5

Nenhum comentário:

Obrigado por efetua seu comentário, ele será lido e se aprovado será publicado em imediato.

Tecnologia do Blogger.