Top Ad unit 728 × 90

recent

Dia de finados? É bíblico?

Essa crença é baseada [na tradição] e principalmente no livro de 2 Macabeus 12. 43-46:

“Em seguida, fez uma coleta, enviando a Jerusalém cerca de dez mil dracmas, para que se oferecesse um sacrifício pelos pecados: belo e santo modo de agir, decorrente de sua crença na ressurreição, porque, se ele não julgasse que os mortos ressuscitariam, teria sido vão e supérfluo rezar por eles. Mas, se ele acreditava que uma bela recompensa aguarda os que morrem piedosamente, era esse um bom e religioso pensamento; eis por que ele pediu um sacrifício expiatório para que os mortos fossem livres de suas faltas.” (Bíblia Ave Maria)

O livro citado acima é considerado apócrifo para os protestantes, ou seja, ele não faz parte do cânon bíblico. Os católicos crê em que os vivos tem a possibilidade de fazer algo pelos mortos, por isso acendem velas, oram por eles e até pedem perdão pelos seus pecados. Essa prática, porém, está definitivamente contrária ao que diz a palavra de Deus

“E, assim como aos homens está ordenado morrerem uma só vez, vindo, depois disto, o juízo“ (Hebreus 9. 27). Fica claro neste texto que a morte sela todas as oportunidades dadas às pessoas. Não há como interferir na vida pós-morte. Se logo após a morte vem o juízo, como haveria possibilidade de orar para que alguém já morto fosse perdoado pelas suas faltas? Ele já não foi julgado? Orações pelos mortos são inúteis de acordo com a Biblia.

Como vimos, a prática realizada neste dia está totalmente distante do que diz a Bíblia.

O que, então, os evangélicos fazem no dia de finados?  lembrar do legado que os  falecidos deixaram. Seus exemplos, sua sabedoria, seu carinho, seu amor. Ir ao cemitério e deixar os túmulos dos entes queridos honradamente bem cuidados não está contrário ao que a Bíblia diz.

Fonte: esboçando ideias.com
Dia de finados? É bíblico? Reviewed by J Silva on 15:45 Rating: 5

Nenhum comentário:

Obrigado por efetua seu comentário, ele será lido e se aprovado será publicado em imediato.

Tecnologia do Blogger.